NOTÍCIA ANTERIOR
Vagas de emprego no CPTR de Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Donisete Braga não descarta deixar o PT e disputar eleições em 2018
DATA DA PUBLICAÇÃO 18/4/2017 | Cidade
Carreta de gasolina atropela e mata mulher em Mauá
Carreta de gasolina atropela e mata mulher em Mauá A vendedora ambulante foi arrastada por 30 metros pela carreta. Foto: Andréia Iseki
A vendedora ambulante foi arrastada por 30 metros pela carreta. Foto: Andréia Iseki
Corpo foi arrastado por mais de 20 metros e só foi removido quatro horas após acidente

Por volta das 16h da segunda-feira, na avenida Governador Mário Covas Júnior, em frente ao Mauá Plaza Shopping, uma mulher sem identificação, conforme a Polícia Militar, que atravessava a rua foi atropelada e morta por uma carreta bitrem tanque com placa de São Caetano que arrastou o corpo por mais quase 30 metros.

De acordo com pessoas que observavam a ação da Polícia Militar e do Apoio de Trânsito, a pessoa atropelada era conhecida como Baiana, vendedora ambulante antiga das imediações, e vendia amendoins e balas nos faróis da avenida. A ambulante estaria fugindo da Guarda Municipal que realizava uma fiscalização durante a tarde. Na pressa de não ser pega, a ambulante teria atravessado a avenida. O corpo ficou irreconhecível.

De acordo com PMs que estavam aguardando a remoção do corpo, a carreta pertence a um posto de gasolina que fica a menos de 300 metros do local. No 1º DP de Mauá, onde a ocorrência foi registrada, o advogado do posto preferiu não identificar o posto de gasolina. Já o motorista da carreta alegou que simplesmente não viu quando a mulher se aproximou.

Vítima foi reconhecida pela filha pelos sapatos que tinha comprado dias antes. Foto: Andréia Iseki
Vítima foi reconhecida pela filha pelos sapatos que tinha comprado dias antes. Foto: Andréia Iseki

Pedestres também informaram que o motorista fez a curva no farol que dá para a avenida buzinando para avisar possíveis passantes e que uma outra mulher também atravessava o local, mas esta teria conseguido desviar a tempo de não ser atropelada. Na delegacia, o advogado comentou que a sobrevivente estava no hospital em estado de choque.

O corpo só foi removido pelo serviço funerário de Mauá cerca de 20h. O acidente causou trânsito nas redondezas. No 1º DP e entre os próprios PMs, a versão de que a GCM fazia o rapa na hora do acidente não era conhecida.

O ambulante Jefferson de Souza, que não presenciou o acidente, trabalha há 15 na avenida e disse que a GCM faz vistorias diárias no centro e que muitas vezes a abordagem é violenta, o que gera muita correria para preservar também as mercadorias.

Por Caio Luiz - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
27/6/2017 | Mauá tem 15 vagas nesta semana
27/6/2017 | Restaurantes Populares ganham cardápio junino
27/6/2017 | Prefeitura entrega chaves de apartamentos para 520 famílias
As mais lidas de Cidade
22/6/2017 | Polícia Civil encontra padaria irregular em Mauá
23/6/2017 | Altos de Mauá será entregue no domingo
23/6/2017 | Padaria irregular no Jardim Oratório é interditada pela Vigilância Sanitária
As mais lidas no Geral
22/6/2017 | Polícia Civil encontra padaria irregular em Mauá
23/6/2017 | Altos de Mauá será entregue no domingo
22/6/2017 | Paciente sofre com atendimento do Hospital Santa Helena, em Santo André
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2017 - Desde 2003 à 5223 dias no ar.